domingo, 31 de janeiro de 2010

Bar Obelix em Portugal



Fotos enviadas por Martha Freire, obrigado!!!

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Pequenos objetos do desejo

Já imaginou ter a coleção completa de bonecos com todos os personagens da única aldeia que permaneceu irredutível frente aos romanos? Sonho de consumo, né? Mas por enquanto à venda só na Europa... Mas você pode ganhar livros e uma camiseta exclusiva "Asterix 50 Anos". Veja ao lado como participar do nosso concurso e boa sorte!

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Asterix batizou o primeiro satélite francês


A história da criação de Asterix é bem conhecida. O personagem surgiu nas páginas da revista Pilote em 1959. O primeiro álbum, Asterix O Gaulês, saiu em 1961 com a modesta tiragem de 6.000 exemplares. Dois anos mais tarde, A Foice de Ouro teve tiragem de 20.000 unidades. As vendas cresceram tanto que O Combate dos Chefes atingiu a marca de 400.000 álbuns. A curva subia. Em 1966, todos os 600 mil exemplares de Asterix Entre os Bretões foram vendidos em apenas 15 dias!

O sucesso foi tanto que o primeiro satélite militar francês, lançado em novembro de 1965, foi batizado de Astérix (com acento, como no original). Na verdade, ele foi originalmente chamado de A-1, mas popularmente conhecido como Astérix. Atualmente o Satellite 1A Asterix encontra-se no Museum of Air and Space Paris, em Le Bourget, an França.

Na época, a febre gaulesa tomou conta da França a ponto do presidente De Gaulle apelidar seus ministros com o sufixo “ix”.
Esses franceses são loucos! ;-)

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Vídeo promocional do novo livro de Asterix!

Em 1959, Goscinny e Uderzo se uniram para criar irredutíveis gauleses e a amizade entre Asterix e Obelix. 50 anos depois, a turma faz aniversário e comemora a data com um livro especial. Assista ao vídeo promocional clicando AQUI

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Uderzo fala sobre os 50 anos de Asterix

O programa de TV espanhol Pagina 2 entrevistou Albert Uderzo em seu próprio estúdio, belíssimo por sinal. No bate papo, o desenhista diz que após a morte de Goscinny, seu parceiro na criação de Asterix & Obelix, encontrou forças pra continuar após receber inúmeras cartas dos leitores dizendo que os personagens não pertenciam a ele.

Na conversa, o artista também declara sua preferência por Obelix por ser "ingênuo como as crianças", simpático, sensível e amar as mulheres. Ao contrário de Asterix, que é um herói e precisa seguir uma conduta.

Falando para os leitores da Espanha, 4o maior consumidor dos livros de Asterix, Uderzo fala sobre o estúdio criado por ele no norte da França para formar desenhistas que darão continuidade ao trabalho. A entrevista termina com ele desenhando. Interesse notar a maneira diferente como ele segura a caneta.

Para assistir clique AQUI.